Amar a vida

Você já parou para pensar no quanto você aproveita a sua vida? O quanto a faz valer a pena? O quanto você realmente a aprecia? E as pessoas que estão a sua volta? Você dá valor a elas? Passa seu tempo com elas, faz com que elas se se sintam queridas e amadas por você?

Confesso que isso não são coisas que eu paro para pensar ou refletir no dia a dia. Afinal, é sempre tudo uma correria né? Tanta coisapara fazer, tantos prazos e compromissos a cumprir, que este tipo de reflexão não vem a tona com muita frequencia (ou com qualquer frequencia).

Mas sempre há algum acontecimento, algum trigger point que nos faz parar e refletir sobre a vida. Sobre como estamos vivendo as nossas. Ela está sendo aproveitada? O quanto eu realmente estou aprendendo com ela? O quanto eu realmente estou vivendo-a, aproveitando-a?

Sempre temos tantos sonhos, tantos desejos, muitas coisas que queremos conquistar e construir em nossas vidas. Mas o quanto estamos realmente fazendo-as acontecerem? Parece que estamos sempre tentando juntar dinheiro para poder fazer isso, achar o emprego certo primeiro para depois conquistar aquilo, achar a pessoa certa para que possamos viver aquele sonho. Estamos sempre esperando o momento ideal aparecer.

E isso é onde estamos enganados. Este é o grande equívoco. Não existe um momento ideal. Pois enquanto estamos esperando essas coisas acontecerem, a nossa vida continua. Ela não pausa, não espera até que estejamos no momento certo e ideal de nossas vidas para que aí sim possamos vivê-la. Muito pelo contrário. Ela continua. Ela passa. E quando nos damos conta, ela passou rápido, e nós perdemos tempo. E nossos sonhos e desejos ficaram engavetados, pois aquilo que esperávamos que acontecesse para depois os vivermos, não aconteceram.

E no final de tudo, você conseguiria sentir que sua vida valeu a pena? Que você viveu a vida que sonhou para você? Que alcançou seus sonhos? Que teve pessoas queridas a sua volta e que você as aproveitou?

Acho que uma das piores coisas que podemos sentir na vida é o arrependimento de não termos  feito algo. Acordar um dia e perceber que a vida que você está levando não é a que desejou para si, que não conseguiu viver seus sonhos. Que não correu atrás de realizar algo que realmente queria. E não ter mais forças para lutar para que elas aconteçam.

Então, independente de onde você esteja, o que estiver vivendo, pare e reflita sobre sua vida. Você está deixando que seus dias passem por você, focando em um futuro, e esquecendo de viver seu presente, ou você está vivendo intensamente? Fazendo seu presente valer a pena?

Sonhos não são coisas para serem vividas no futuro. Sonhos são vividos todos os dias. Acredite e os construa diariamente, faça eles se realizarem. E no futuro você poderá olhar para trás e ver que sua vida foi vivida intensamente. Que ela valeu a pena.

Afinal, você só está aqui de passagem uma vez. Cada dia é único, assim como você e todas as pessoas que cruzam a sua vida. Então, se valorize. Valorize as pessoas as sua volta. E mais importante. Valorize a sua vida. Ame-a. Viva-a intensamente. Afinal, ela é somente sua e ela será aquilo que você quiser que ela seja. Faça-a valer a pena.

Não tenha uma vida de arrependimentos do que você não fez. Tenha uma vida tão completa que seu único arrependimento é não poder vivê-la novamente.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s